Celular: não ao novo órgão humano!

Por Francis Ivanovich: Hoje é um dia marcante na história da humanidade, Steve Jobs apresentava ao mundo o primeiro celular Iphone que você tocava na tela para fazer uma chamada, acionar alguma função, escrever, fotografar, filmar, gravar. No vídeo acima, você verá Jobs apresentando ao planeta a ideia do novo órgão humano. Era o diaContinuar lendo “Celular: não ao novo órgão humano!”

O último café de 2021

O último café da manhã de 2021 não poderia ter sido melhor. Reencontro após 10 anos, Rodrigo Brand, para um café com leite e misto quente no pão francês, bem quentinhos. O dia chuvoso, a padaria bem iluminada de tortas, massas e sonhos. Na minha frente o amigo, o ator e escritor que hoje moraContinuar lendo “O último café de 2021”

Atrás do balcão…

Por Francis Ivanovich: A foto que reproduzo acima, é do Sr. Miguel. Envio mensagem para Rosana Santos, proprietária do Bar Luiz, a fim de saber um pouco sobre ele. Rosana me diz que “foi o melhor chopeiro que o bar já teve! Ele segurava três copos em uma das mãos, com a outra mantinha aContinuar lendo “Atrás do balcão…”

A primeira chuva de verão…

Por Francis Ivanovich: Os tambores deste céu plúmbeo, das 16 horas, neste 12 de dezembro de 2021, no Rio de Janeiro, rufam pela tarde muito quente, neste penúltimo domingo de primavera que vai se despedindo para sempre. A tarde tonou-se noite, a chuva forte desabou com o seu som e imagem de para-brisa de automóvelContinuar lendo “A primeira chuva de verão…”

As pessoas vão embora…

Por Francis Ivanovich: As pessoas partem. Cedo ou tarde, vão embora. Despedem-se porque desejam novos destinos, ou porque a vida lhes entregou o bilhete definitivo da partida. Alguns viajantes carregamos no coração, outros no fígado, e há os que enfiamos no bagageiro do esquecimento. Sem exceção, cada um que passa pela nossa estação, nos transforma,Continuar lendo “As pessoas vão embora…”

Contra a visão restrita do mundo e da vida somente a UTOPIA

Por Francis Ivanovich. O mundo despertou assustado. A nova variante do coronavírus detectada na África do Sul com 30 mutações é considerada perturbadora e será batizado de Ômicron (Ômicron é a décima quinta letra do alfabeto grego e tem um valor numérico de 70). A presidente da Comissão Europeia, Usula Leyen,  anunciou que o blocoContinuar lendo “Contra a visão restrita do mundo e da vida somente a UTOPIA”

Wagner Marighella

Por Francis Ivanovich. Fui ao cinema ver Marighella. Excelente produção. Vale a pena. Havia recebido o link do filme, me recusei acessar. Sei o trabalho e o investimento que custa aos realizadores e artistas. Uma falta de respeito, desonestidade ver filme que está nos cinemas, dessa maneira. Não há argumentos, desculpas que justifiquem. É furtoContinuar lendo “Wagner Marighella”

SpaSEEbah, Dostoievski!

Por Francis Ivanovich (Францис Иванович): A minha vida é marcada por este humano escritor russo, desde muito cedo. Me influenciou como artista. Já lhe dediquei filme, O Homem de Escrever, nome do periquito de um personagem em peça de teatro que em 2022 estará em cena, poema, reverência, pintura, e estou há dois anos tentandoContinuar lendo “SpaSEEbah, Dostoievski!”

O meu novo amigo Bolaño

Por Francis Ivanovich: Tenho um novo amigo. Como descreve-lo? Tem 622 páginas: “Os detetives selvagens“, do escritor chileno Roberto Bolaño (Santiago do Chile, 28 de abril de 1953 — Barcelona, 15 de julho de 2003). Não confundam esse Roberto chileno com o ator mexicano que deu vida ao personagem da TV, Chaves. O ator tambémContinuar lendo “O meu novo amigo Bolaño”

Fernanda na ABL

por Francis Ivanovich: Algumas pessoas e amigos me perguntam o que eu penso sobre a atriz Fernanda Montenegro ter sido eleita para Academia Brasileira de Letras – ABL. Pensei muito se iria escrever o que penso ou não, analisei e decidi dar liberdade à minha modesta pena, afinal, quem está na chuva de letras éContinuar lendo “Fernanda na ABL”